Resenha (Livro) – Perguntas e respostas às objeções mais vulgares contra a religião | Mons. Louis Gaston Adrien de Ségur

Oi pessoal, tudo bem? A paz!

Hoje viemos apresentar um livro muito precioso. Ele foi lançado pela primeira vez em 1851 pelo Monsenhor Louis Gaston Adrien de Ségur, bispo e apologista francês, que viveu do ano de 1820 a 1881. Ele era descendente de uma nobre família, e sempre foi muito zeloso em seus estudos. Foi ordenado sacerdote em 1847. Sempre foi muito conhecido por sua caridade, dedicando-se especialmente a crianças, pobres e soldados prisioneiros de guerra. Por causa de um problema na vista, ficou cego, mas nem por isso deixou de escrever livros: ele ditava seus escritos com grande fervor, explicando a doutrina católica em linguagem popular. (Fonte)

Esse livro, na época em que foi publicado, já foi um grande sucesso, vendendo mais de 700.000 cópias na França e na Bélgica, sendo ainda traduzido para diversas línguas, como espanhol, inglês e até mesmo hindu. O livro que segue na mesma edição, chamado “Escola sem Deus”, foi publicado em 1873 (Fonte). A obra é de Doutrina Apologética, isto é, mostra a verdade cristã através de respostas a teses contrárias às que defendemos e cremos.

“Perguntas e respostas às objeções mais vulgares contra a religião” é dividido em capítulos com as questões que são feitas a nós, cristãos – até hoje! E quantas perguntas eu já ouvi… O que Monsenhor Ségur faz é respondê-las com base na própria Bíblia, de maneira mais aprofundada do que nós, leigos, costumamos responder em nosso dia-a-dia.

“S. Vicente de Paulo era humilde, mas parece exceder-se na baixa estima em que se tinha; S. Carlos era austero, mas a sua austeridade parece assustar-nos; S. Francisco, pobre, parece exceder-se em suas privações, etc.; a imperfeição humana penetra até no heroísmo da virtude. – O bem, em Jesus Cristo, é perfeitamente verdadeiro; nada é exagerado; a perfeição da natureza divina manifesta-se e combina-se com as comodações verdadeiras e boas da natureza humana. Nele aparece o homem todo. Deus e o homem acham-se aí completos” (p. 101. Refere-se à questão: “É Jesus Cristo mais que um grande filósofo, que um grande benfeitor da humanidade, que um grande profeta? É verdadeiramente Deus?”)

Monsenhor usa de uma linguagem agradável e bem fácil. Várias questões me chamaram a atenção, e ainda mais as respostas do Monsenhor. Antes de tudo, é falado sobre o ateísmo, a não crença em nada; logo nas diversas religiões (como o protestantismo, a maçonaria… versus o Catolicismo); e por fim, Monsenhor aborda a caridade, a misericórdia de Deus, e como algumas pessoas distorcem o que pregamos verdadeiramente. Veja abaixo algumas dessas questões:

  • Não há Deus.
  • A religião é coisa para mulheres.
  • Os padres fazem o seu ofício, eles não creem naquilo que pregam.
  • Os padres são uns desocupados: para que servem eles? (gente, se tem gente mais ocupada que padre, desconheço! rs)
  • É melhor ser protestante que católico; sempre cada qual fica cristão, e é quase a mesma coisa. (Uma das melhores respostas rs)
  • Deus é muito bom para que venha a me condenar.

Para fechar nossas considerações sobre o primeiro livro, deixo mais um trecho que diz tudo rs.

“Bem o vedes, meu querido leitor, todas estas respostas são a voz do bom senso, e não outra coisa. Aqui não há delicadezas de espírito, nem sutilezas de retórica. A verdade prova mostrando-se. No mundo, sem dúvida, ainda existem outras preocupações contra a Religião. Os erros, bem como as loucuras, não têm limites”. (p. 217)

Em “Escola sem Deus”, Mons. Gaston fala da importância de nossos filhos serem educados numa escola cristã católica. As crianças têm parte grande de suas vidas passadas nas escolas, e que grande alegria seria para nós, pais cristãos, termos educadores que direcionassem nossos filhos para Deus! Já em 1873 (ano em que foi escrito esse livro), o autor via a importância de uma instituição católica para cuidar de nossos filhos – hoje vemos ainda mais. A segunda questão (é também um livro apologético rs) é: “Que na prática, não tratar da religião na escola é tornar impossível a instrução religiosa das crianças”, e Monsenhor nos oferece a seguinte resposta: as crianças (à época) tinham seis horas diárias de estudos, mais duas horas para resolver as tarefas em casa. Na quinta feira e no domingo não havia aula, podendo haver catequeses. Porém, a exigência de grande tempo para seu trabalho intelectual é bastante. Criança nenhuma consegue ficar tanto tempo concentrada, principalmente se for para estudar. E completa:

“Toma antipatia do estudo da religião, só verá nele uma maçada que lhe rouba o tempo de suas recreações. Enfim, é certo que se os meninos não ousam falar da religião mais que em dois pequenos e miseráveis momentos por semana, jamais chegarão a conhecê-la como é necessário; e, além disso, formarão naturalmente a falsíssima ideia de que a Religião nada tem a ver com a sua vida diária. Praticamente, aprenderão a passar sem ela” (p. 226)

Indicamos os dois livros a todos! Ele foi publicado pela Minha Biblioteca Católica, que é um clube de livros católicos incrível! Acesse os sites abaixo para saber mais sobre esse lindo projeto:

Site

Facebook

Instagram

Parceria

Monsenhor Gaston de Ségur
Túmulo de Monsenhor e sua mãe

Título: Perguntas e respostas às objeções mais vulgares contra a religião / Escola sem Deus

Autor: Monsenhor Louis Gaston Adrien de Ségur

Editora: Minha Biblioteca Católica, 2018

Páginas: 300 p.

Anúncios

4 comentários em “Resenha (Livro) – Perguntas e respostas às objeções mais vulgares contra a religião | Mons. Louis Gaston Adrien de Ségur

Adicione o seu

  1. Republicou isso em Bibliotecária Leitorae comentado:
    Oi pessoal, tudo bem?
    Para quem ainda não sabe, eu tenho outro blog, juntamente com meu namorado, David. Chama-se Evangelizando a 2, e como o próprio nome já diz, é um blog evangelizador 😉
    Nele também há resenhas de livros e filmes católicos, e se você sentir vontade, faça-nos uma visita! Hoje, posto muito mais lá, do que aqui no Bibliotecária Leitora. Logo falo mais sobre isso.
    Um beijo para vocês.

    Curtir

    1. Olá, boa tarde!
      Esse livro foi publicado pela Minha Biblioteca Católica, que é o primeiro clube de livros católicos no Brasil! Você pode entrar no site http://minhabibliotecacatolica.com.br e associar-se. Cada mês o livro chega à sua casa, por um valor de 59,90 (mensal, com frete já incluso). Junto com o livro principal, você recebe sempre um brinde e um marca-páginas personalizado.
      Esse livro da resenha nesse momento está indisponível na lojinha do clube, porém eles pretendem republicar ano que vem.
      Ah! Assinando também, você tem acesso aos conteúdos especiais para assinantes.
      Foi uma das melhores assinaturas de clube de livros que eu fiz. Realmente, vale muito a pena!
      Espero ter ajudado.
      Um abraço.
      Fique com Deus!

      Curtir

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Site hospedado por WordPress.com.

Acima ↑

%d blogueiros gostam disto: